O verão é a época mais esperada do ano, afinal, é a hora de tirar férias e relaxar. No entanto, é preciso tomar cuidado com a radiação solar, pois ela não só bronzeia a pele, como também pode danificá-la. Portanto, é essencial se proteger com um protetor solar de qualidade.

Este produto forma uma barreira protetora que cobre nossa pele. Assim, ele defende contra a radiação prejudicial, permitindo um bronzeado saudável. Para descobrir todo o potencial do protetor solar, preste atenção no artigo abaixo.

O mais importante

  • O nível de proteção dos filtros solares é indicado pelo Fator de Proteção Solar (FPS). O protetor solar contribui para a prevenção do câncer de pele e do envelhecimento.
  • Existem vários tipos de protetores solares, em função do seu mecanismo de ação, formato e propriedades específicas.
  • É necessário passar protetor solar diariamente. Recomenda-se que você faça isso, pelo menos, 30 minutos antes de se expor ao sol e que repita o processo a cada 2 horas.

Ranking: Os melhores protetores solares do mercado

Nesta seção você encontrará uma seleção dos 5 melhores protetores solares disponíveis no mercado atualmente. Além disso, incluímos uma explicação sobre cada uma deles para que você possa compará-los e analisá-los. Assim, você poderá decidir com mais segurança qual é o melhor protetor solar para a sua família.

1º – Protetor Solar La Roche-Posay

A La Roche-Posay é uma das mais reconhecidas fabricantes de protetores solares atualmente. Esse produto, além de possuir um FPS 70, ainda controla a oleosidade e a umidade, o que permite que você fique com uma sensação de limpeza na pele por até 9 horas.

Além disso, sua tecnologia airlicium possui uma textura ultra leve, e é ativada quando a pele produz sebo ou suor, absorvendo essas partículas e deixando-a seca e matificada durante todo o dia.

2º – Protetor Solar Coppertone

Esse protetor solar da Coppertone é desenvolvido especialmente para crianças a partir dos 6 meses de idade, já que possui uma fórmula hipoalergênica sem corantes ou perfumes e que não causa lágrimas. Além disso, ele é resistente à água e possui FPS 50, para que os pequenos possam entrar e sair da água sem ficarem desprotegidos.

A sua absorção também é super rápida, e assim as crianças não precisam ficar esperando até que ele tenha aderência na pele. Além disso, sua fórmula é dermatologicamente testada para minimizar ao máximo a chance do aparecimento de alergias.

3º – Protetor Solar L’Oréal Paris

A L’Oréal Paris é reconhecidamente uma das maiores fabricantes de cosméticos do mundo, e seu protetor solar está, sem dúvidas, entre os melhores. Ele possui uma textura em gel-creme que é excelente para controlar a oleosidade, além de prevenir o envelhecimento solar e reduzir as imperfeições da acne.

O seu fator de proteção solar é 30 e seu toque seco tem a capacidade de reduzir a oleosidade e diminuir o brilho imediatamente após a aplicação. Esse produto ainda garante a proteção solar contra os raios UVA longos, que penetram mais profundamente na pele.

4º – Protetor Solar Australian Gold

Esse protetor solar possui FPS 50 e uma fórmula com instant bronzer, que possui extratos naturais tonalizantes como nozes, abóbora e cenoura que promovem o bronzeado instantâneo através de uma leve coloração dourada da pele. Além disso, sua fórmula biosine complex proporciona um bronzeado saudável e duradouro.

Ele é recomendado para pessoas que possuem pele com o fototipo 1, com olhos, pele e cabelos claros e que sempre ficam vermelhos quando expostos ao sol, e fototipo 2, que se bronzeiam mas antes ficam vermelhos.

5º – Protetor Solar Neutrogena

Esse protetor solar é recomendável para todos os tipos de peles, inclusive para as que são mais sensíveis ao sol. Sua composição contém tecnologia helioplex, que proporciona uma solução altamente eficaz contra os raios UVA e UVB. Além disso, por ser em spray, sua aplicação é muito fácil e rápida.

Ele pode ser aplicado tanto sobre a pele molhada, quanto sobre a pele seca, e assim ela é feita de maneira ainda mais fácil. Com a tecnologia avançada desse protetor solar, você terá a proteção necessária, já que ele possui FPS 50.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o protetor solar

É importante que, antes de comprar um protetor solar, você saiba quais são os principais aspectos desse produto que devem ser observados, para que assim você possa fazer a melhor escolha. Por isso, preste atenção no Guia de Compras abaixo para descobrir tudo o que sempre quis saber sobre protetor solar.

Imagem de mulher na praia passando protetor solar.

O protetor solar é um produto que protege a pele contra os efeitos nocivos do sol. (Fonte: Maridav: 13093410 / 123rf.com)

O que é exatamente o protetor solar?

O protetor solar é um produto destinado a proteger a pele contra a radiação solar, é aplicado de forma tópica, podendo ter textura de creme, loção, gel ou spray. A proteção solar que ele oferece é variável dependendo do produto, devendo ser aplicado antes da exposição ao sol.

O nível de proteção é medido através do FPS ou fator de proteção solar, que avalia a capacidade do protetor de evitar os danos causados pelos raios UVB, responsáveis por queimaduras. Quanto maior o FPS, maior a proteção.

foco

Sabia que um FPS 20 indica que a pele irá demorar 20 vezes mais para sofrer queimaduras do que sem protetor solar?

O que é a radiação solar e por que é prejudicial?

A radiação solar pode comprometer seriamente a nossa saúde. O sol emite dois tipos de radiação ultravioleta, os raios UVA e UVB e que cada um deles possui uma ação diferente na pele. A radiação UVA penetra profundamente na pele, causando rugas, acentuando as linhas de expressão e fazendo com que ela perca a elasticidade.

Os raios UVB, por outro lado, atuam superficialmente, já que são responsáveis por queimaduras solares e aumentam o risco de câncer de pele. Esses efeitos são agravados pela radiação UVA. Portanto, a exposição solar promove o envelhecimento da pele e favorece o aparecimento do câncer.

Imagem de gráfico solar.

É muito importante proteger a pele contra os raios UVB e UVA. (Fonte: Designua: 68257490 / 123rf.com)

Por que é recomendável utilizar protetor solar?

Existem várias razões para usar protetor solar, e um dos motivos é por prevenir o aparecimento de queimaduras, que, além de serem dolorosas e causarem irritação na pele, são um fator de risco para o câncer.

O protetor solar também diminui os efeitos do envelhecimento, já que evita o aparecimento de rugas e outros sinais na pele. Ele também contribui para atenuar manchas solares e impedir que apareçam. Em suma, este produto oferece um cuidado integral para a pele, e é fundamental que seja utilizado diariamente.

Como o protetor solar atua?

Em termos gerais, o protetor solar atenua os efeitos da radiação solar. Seu mecanismo de ação varia dependendo se é físico ou químico. Os químicos são os mais utilizados por suas propriedades cosméticas. Eles se espalham facilmente sem deixar manchas e são agradáveis.

Já o protetor solar físico age de forma semelhante à um espelho, pois ele reflete a radiação solar que recebe, desviando-a, além de possuir um espectro maior de proteção. A tabela a seguir resume as características de ambos os tipos de protetores.

Químicos Físicos
Composição PABA, salicilatos, ácido cinâmico, cânfora, benzimidazóis, benzofenonas, antranilatos e dibenzoilmetanos Dióxido de titânio, óxido de zinco, carbonato de cálcio, carbonato de magnésio, óxido de magnésio e cloreto de ferro
Mecanismo de ação Absorvem a radiação solar e modificam sua estrutura molecular Refletem e desviam a radiação solar
Proteção UVA e UVB UVA, UVB, infravermelhos e luz visível
Características cosméticas Cômodos de aplicar, transparentes, não mancham, espalham facilmente, mas oferecem risco de reações alérgicas Requerem que seja utilizada uma camada grossa de produto, podem deixar manchas, mas oferecem menor risco de reações alérgicas

Quanto duram os efeitos do protetor solar?

A duração do protetor solar é variável, pois, por um lado, depende do FPS, já que quanto maior ele for, maior será o tempo de proteção. Por exemplo, digamos que sua pele fique vermelha após 20 minutos sob o sol. Usando um protetor solar com FPS 30, esse tempo será multiplicado por 30. Ou seja, 600 minutos.

Os efeitos do protetor solar também dependem muito do tipo de pele. Existem peles mais suscetíveis que outras à radiação solar. A hora do dia também influência, já que a incidência de radiação máxima ocorre ao meio-dia. Além disso, muitos outros fatores podem interferir nos efeitos do protetor solar, inclusive as atividades praticadas.

Imagem de homem passando protetor solar em mulher.

O protetor solar é muito seguro e não possui muitas contra-indicações. (Fonte: Maridav: 17153725 / 123rf.com)

Outros fatores que desempenham um papel importante são a aplicação correta do produto e a quantidade absorvida pela pele. Em suma, é possível perceber que a duração do protetor solar está sujeita a diversos fatores. Por isso, é importante saber em quais situações você precisará de mais proteção. Nós as resumimos na lista abaixo.

Aumentar a proteção solar (FPS):

→ Fototipo de pele clara (peles mais sensíveis ao sol)
→ Crianças pequenas
→ Horas de máxima incidência (meio-dia)
→ Verão
→ Dia ensolarado, sem nuvens
→ Atividades aquáticas
→ Doenças de pele
→ Medicamentos fotossensibilizantes
→ Maior altitude e menor latitude (mais longe do nível do mar e mais perto do Equador)

Quais tipos de protetor solar existem?

Os protetores solares podem ser classificados de acordo com diferentes critérios. De acordo com seu mecanismo de ação, distinguimos entre físicos e químicos, sobre os quais falamos anteriormente. Além disso, podemos mencionar também o protetor solar biológico. Estes produtos incorporam substâncias de origem natural com poder antioxidante e normalmente são utilizados em conjunto com outros protetores solares.

É possível encontrar também protetores solares à prova d’água. Eles podem ser waterproof ou water resistant, dependendo de suas propriedades.

  • Waterproof: Mantém sua capacidade protetora mesmo depois de 80 minutos na água.
  • Water resistant: Mantém sua capacidade protetora mesmo depois de 40 minutos na água.

Há também os protetores solares chamados biodegradáveis. É um tipo de protetor solar que não contém substâncias potencialmente nocivas ao meio ambiente e que foi projetado para respeitar os ecossistemas marinhos.

Quanto ao formato, existem protetores solares em spray, loção e creme. O formato de spray é fácil de aplicar e muito prático. A loção é leve, não-oleosa, e é adequada para todos os tipos de pele. O creme hidrata e é mais oleoso que os outros. A tabela a seguir resume os diferentes tipos de protetores solares.

Critério de classificação Tipo de produto Características
Mecanismo de ação Físicos Refletem a radiação solar, menos agradáveis a nível cosmético e menor taxa de reações alérgicas
Mecanismo de ação Químicos Absorvem a radiação solar, agradáveis cosmeticamente (mais reações alérgicas)
Mecanismo de ação Biológicos Efeito antioxidante e complementam os físicos e os químicos
Propriedades específicas Resistentes à água: Waterproof e water resistant Proteção resistente ao efeito da água
Propriedades específicas Biodegradáveis Sem sustâncias prejudiciais para o meio ambiente
Formato Spray Leve, fácil e rápido de aplicar
Formato Loção Textura aquosa e não-oleosa
Formato Creme Maior hidratação e textura oleosa

Quando devo usar protetor solar?

Os dermatologistas recomendam usar protetor solar diariamente a partir dos 6 meses de idade. Esta recomendação é baseada em uma incidência baixa de sol, ou seja, mesmo se for apenas sair na rua quando o céu estiver nublado, já é necessário utilizar protetor solar.

É aconselhável aplicar o protetor solar 30 minutos antes da exposição ao sol. Desta forma, todos os seus componentes podem ser completamente absorvidos. É recomendável também repetir a aplicação do protetor solar a cada 2 horas. Este período pode ser encurtado nos casos de pele sensível ao sol ou sempre que considere necessário.

Mulher no sol.

Existem tipos de protetor solar que são ecologicamente corretos. (Fonte: Om: 57764867 / 123rf.com)

Como se aplica o protetor solar?

Para obter a proteção ideal, é essencial aplicar corretamente o protetor solar. Baseado nas recomendações do Ministério da Saúde, ele deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição solar. A pele deve estar seca e limpa. Recomenda-se a utilização de uma quantidade abundante de 2 mg de produto por 2 cm de pele.

O produto deve ser espalhado uniformemente por todo o corpo, como no rosto, decote, pescoço, orelhas, ombros, mãos e o peito do pé.Tome cuidado com as áreas mais sensíveis.

foco

A aplicação deve ser repetida a cada 2 horas e após cada banho, mesmo que o protetor solar seja resistente à água.

Quais são os inconvenientes do protetor solar?

Usar protetor solar é essencial, no entanto, seu uso pode levar a certos inconvenientes. Por exemplo, certos componentes dos protetores químicos podem causar irritação. Já os físicos são pesados para aplicar e deixam uma camada branca na pele.

O impacto no meio ambiente também deve ser levado em conta, pois alguns ingredientes dos protetores solares são prejudiciais para o ecossistema. Além disso, a proteção de filtros solares é variável e nunca chega a 100%, sendo, portanto, possível sofrer queimaduras ou outros efeitos prejudiciais, dependendo de qual protetor solar usar.

Quais são as vantagens e desvantagens do protetor solar?

Como vimos, o protetor solar é essencial para o cuidado da pele. No entanto, como qualquer produto cosmético, eles podem ter algumas desvantagens. Confira na tabela a seguir quais são as vantagens e desvantagens dos protetores solares. Assim, você poderá analisá-los melhor.

Vantagens
  • Previnem o envelhecimento da pele
  • Atenuam e previnem as manchas
  • Previnem o câncer de pele
  • Evitam as queimaduras
  • Fácil aplicação
Desvantagens
  • Possível irritação cutânea
  • Proteção variável

Quais são os mitos sobre o protetor solar?

É comum ouvir várias opiniões diferentes sobre os protetores solares, no entanto, nem todas são verdadeiras, e é importante estar ciente disso. Dada a relevância da proteção contra os efeitos do sol, abaixo você poderá encontrar uma explicação sobre os principais mitos do protetor solar.

  • “Se usamos protetor solar, não ficamos bronzeados”.

Isso é falso, conforme explica a química Deborah García Bello. O bronzeado é obtido pela formação e oxidação da melanina. A melanina é formada graças a uma dose moderada de radiação UVB. Se for excessivo, as células são destruídas e não produzem melanina. Na oxidação participam os raios UVA.

Protetores solares fazem com que a radiação que atinge a nossa pele seja moderada. Assim, a formação e oxidação da melanina é estimulada progressivamente. Além disso, as células não são destruídas ou danificadas. Portanto, o bronzeado será obtido de forma mais lenta, mas durará mais do que quando obtido sem proteção.

  • “Se está nublado, não é necessário utilizar protetor solar”.

Também falso. As nuvens não impedem a penetração da radiação solar, embora não seja possível perceber o sol. Estima-se que 40% da radiação ultravioleta atinja a Terra em uma situação de nebulosidade máxima. Portanto, é essencial usar protetor solar tanto em dias ensolarados quanto dias nublados.

  • “Se tomamos sol durante pouco tempo, não é necessário usar protetor solar”.

Falso. A partir do momento em que o sol atinge a nossa pele, pode causar efeitos prejudiciais. Embora não queimemos com uma breve exposição ao sol, nossa pele recebe a mesma radiação. Isso, a longo prazo, pode ser perigoso. Na verdade, é aconselhável usar protetor solar diariamente, não só se você tomar sol.

Critérios de Compra

No momento de adquirir um protetor solar, é importante que você avalie alguns aspectos. A seguir, incluímos os fatores de maior relevância que você deve considerar antes de comprar este produto. Assim, poderá se assegurar de que está tomando a melhor decisão, ao escolher o protetor que melhor se adapte às suas necessidades. Estes aspectos são:

  • Tipo de pele
  • Tipo de protetor solar
  • Grau de proteção solar
  • Idade
  • Composição

Tipo de pele

As características da sua pele são um aspecto primordial para escolher um protetor solar. Para começar, você deve olhar para o seu fototipo, que determina a suscetibilidade à radiação solar, dependendo do tom da pele, olhos, cabelos e da capacidade de se bronzear. Por exemplo, pessoas pálidas e de olhos claros são fototipo baixo.

Quanto menor o seu fototipo, mais proteção você precisará, ou seja, você deve escolher um protetor solar com um alto FPS. Por outro lado, também é importante avaliar se a sua pele é seca, oleosa ou mista. Para a pele oleosa, é preferível usar protetores de loção ou spray. Em caso de pele seca, o formato de creme é o mais adequado.

Casal com óculos de sol.

Os protetores solares são acessíveis. (Fonte: Subbotina: 39944242 / 123rf.com)

Tipo de protetor solar

Como vimos, o mercado oferece uma ampla variedade de protetores solares de acordo com seu mecanismo de ação, formato e propriedades. Portanto, é um aspecto que você terá que avaliar ao escolher seu protetor solar. Quanto ao mecanismo de ação, os protetores solares químicos são mais práticos e oferecem ampla proteção.

Para peles muito sensíveis ao sol, será preferível utilizar os físicos, com maior cobertura. Ambos podem ser complementados com os biológicos. Se você passa a maior parte do tempo na água, é aconselhável escolher um protetor solar à prova d’água.

Caso resolva viajar para uma região com ecossistemas protegidos, escolha um protetor biodegradável.

Fator de proteção solar

O grau de proteção solar é determinado pelo FPS, conforme comentamos. Você deve escolher um nível mais alto ou mais baixo de proteção com base em diferentes fatores. Para começar, se você tiver um fototipo claro, precisará de alta proteção. Recomenda-se aumentar a proteção no caso de atividades aquáticas e dias ensolarados.

Também é preferível usar uma alta proteção no horário de verão, especialmente nas horas centrais do dia. O local em que você está também determinará qual será o FPS necessário, pois quanto maior a altitude, maior o efeito da radiação solar. Quanto mais próximo do Equador, a mesma coisa acontece, e, portanto, mais proteção é necessária.

Idade

A idade é, sem dúvida, um fator a se considerar ao escolher um protetor solar. Para começar, não é recomendável usar protetor solar em crianças menores de 6 meses. Nesta idade, é aconselhável evitar a exposição solar. Após 6 meses, as crianças precisarão de um nível maior de proteção que os adultos.

Esta alta proteção deve ser levada em conta devido à imaturidade da pele e do sistema imunológico das crianças. Também é conveniente usar protetores resistentes à água para manter o efeito mesmo depois do banho. Na idade adulta, a pele tende a ser mais resistente e ter mais mecanismos de defesa.

Composição

A composição é vital para escolhermos um bom protetor solar. Como vimos, certos protetores solares possuem compostos que podem causar irritação na pele, enquanto outros podem conter ingredientes prejudiciais ao meio ambiente.

Por esta razão, é preciso dedicar tempo para rever a composição do produto. É importante garantir que ele não possui compostos que causam alergias ou que prejudicam o meio ambiente.

Resumo

O protetor solar é acessível e eficaz para proteger a pele contra a radiação solar. Os raios solares são os maiores responsáveis pelo câncer de pele e pelo envelhecimento. Felizmente, o protetor solar atenua seus efeitos e permite uma exposição segura ao sol.

Quer um bronzeado sem riscos? A solução está em suas mãos: use protetor solar. Ele é indispensável para todos nós, dados os perigos da radiação solar. Você encontrará o protetor ideal de acordo com o seu tipo de pele, sua idade e suas necessidades.

E você, já sabe qual protetor solar é o mais adequado para o que deseja? Se você gostou do nosso Guia de Compras, compartilhe-o nas suas redes sociais ou deixe um comentário.

(Fonte da imagem destacada: Guillem: 28252438 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
47 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...