O óleo de melaleuca, assim como muitas outras substâncias naturais, pode ser muito perigoso se for usado de maneira incorreta, especialmente se for ingerido. Mas se as indicações dos especialistas e dos fabricantes forem seguidas, esse óleo à base de ervas será perfeito para tratar problemas de pele e até mesmo como um produto de limpeza.

Nesse artigo você poderá conhecer cada uma das propriedades e dos benefícios que o óleo de melaleuca pode te oferecer. Depois de ler esse Guia onde você encontrará toda a informação necessária sobre o produto, consulte seu médico se ainda não estiver convencido de alguma das suas propriedades. Depois que você testá-lo e ver os resultados, com certeza não vai querer abrir mão dele nunca mais.

O mais importante

  • O óleo de melaleuca é um ingrediente essencial para tratar problemas da pele, do cabelo e das unhas.
  • Geralmente, recomenda-se não usar o óleo puro para evitar irritações. A sugestão é misturá-lo com óleo de coco ou de amêndoas.
  • Verifique como o óleo de melaleuca que você pretende comprar está envasado. O ideal é que a embalagem seja escura para proteger o produto da luz e, assim, evitar a oxidação.

Ranking: Os melhores óleos de melaleuca

Se esse produto é algo totalmente novo e desconhecido para você e você deseja começar a usá-lo, queremos te ajudar a escolher a melhor opção segundo os comentários dos próprios clientes. Na lista a seguir você verá opções de óleo de melaleuca de diferentes marcas com todos os detalhes que são necessários para uma ótima compra.

1º – Óleo Essencial Tea Tree Melaleuca Phytoterápica

O Óleo Essencial de Tea Tree Phytoterapica é um produto 100% puro e natural, extraído por destilação das folhas da Melaleuca de origem australiana. Para extração de 1 litro de óleo essencial, são necessários aproximadamente 100 kg de folhas.

Com embalagem higiênica, prática e econômica, as gotículas do óleo são liberadas aos poucos, o que evita seu desperdício, permitindo 100% de aproveitamento. O produto é multifuncional, podendo ser usado para diversos fins, e não testado em animais.

2º – Óleo Essencial de Melaleuca Chamel 100% Puro

Esse óleo essencial é obtido por hidrodestilação e arraste de vapor com rendimento variando de 0,5 a 3%. Possui ação antimicrobiana, antisséptica e estimulante das defesas do organismo (imunoestimulante). É de origem australiana e em média são necessários 80 kg de folhas frescas para obter 1 quilo de óleo essencial puro.

Seus principais componentes químicos são terpinen-4-ol, γ-terpineno, 1,8-cineol, α-terpineno, α-pineno, β-pineno, α-terpineol, ρ-cimeno e álcoois sesquiterpenos, representando cerca de 90% do óleo.

3º – WNF Óleo Essencial Tea Tree e Melaleuca

Desde 1995, a WNF oferece uma filosofia naturalista e sustentável por meio de seus produtos naturais de alta performance para todas as áreas da saúde e beleza. Excelente bactericida, fungicida, cicatrizante, esse óleo pode ser usado em quase todos os tipos de infecções cutâneas e respiratórias.

Seu aroma é fresco e herbal, podendo ser usado também como desinfetante aéreo. A marca também recomenda o uso no ambiente em difusores, para limpar e purificar, ou o uso no corpo associado a outro óleo vegetal base. É 100% orgânico.

4º – Óleo de Melaleuca Tea Tree 100% Puro ProUnha

Esse óleo foi pensado para o tratamento de problemas que afetam as unhas e usa plantas de origem australiana. É um agente antibacteriano e antifúngico que age também como estimulador nas defesas do organismo.

Ele tem um excelente resultado como antisséptico, para alívio de problemas causados por frieiras, micoses de unha e ferimentos em geral. Os ácidos contidos no óleo de melaleuca são três vezes mais potentes que outros ácidos utilizados para matar fungos e bactérias.

5º – Óleo Essencial de Tea Tree Melaleuca Terra Flor

Esse produto é cicatrizante, bactericida, anti-infeccioso, fungicida, febrífugo e imunoestimulante. A marca sugere seu uso para auxiliar no tratamento de feridas, herpes, candidíase e afecções respiratórias.

Auxilia também no tratamento de caspa, pele irritada, acne, micose, frieira, escara, psoríase, herpes, afta e gengivite. Como é desinfetante e antiviral, pode ser usado também para purificar e proteger o ambiente.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o óleo de melaleuca

É necessário conhecer todos os aspectos sobre esse óleo não apenas para utilizá-lo corretamente, mas também para estar ciente dos possíveis efeitos secundários e das suas contraindicações.

Os benefícios são muitos, mas mesmo assim sempre será importante consultar seu médico para avaliar se você deve usar também algum outro remédio tradicional para um problema específico.

Mulher em frente a um espelho.

O óleo de melaleuca é muito bom para combater a acne. (Fonte: akz: 62474591 / 123rf.com)

O que é exatamente o óleo de melaleuca?

O óleo de melaleuca é feito a partir das folhas de Melaleuca alternifólia, uma pequena árvore originária de Queensland e Nova Gales do Sul, Austrália. Ainda que se chame assim, não podemos confundi-lo com a planta que produz folhas que são usadas para fazer infusões.

Hoje em dia, esse produto tem uma ampla disponibilidade, sendo vendido como um óleo 100%, sem diluição.

O óleo de melaleuca é usado pelos aborígenes dentro da sua medicina tradicional. Eles maceram as folhas para extrair seu óleo, que a seguir é inalado para tratar a tosse e os resfriados, ou aplicado sobre a pele para curá-la.

Seu nome foi dado pelo explorador britânico James Cook em 1770 quando ele viu australianos fazendo chá com as folhas da árvore.

Foi na década de 1920, depois que o químico Arthur Penfold publicou uma série de artigos sobe as propriedades antissépticas do óleo de melaleuca, que seus benefícios se tornaram conhecidos.

Através de métodos modernos de destilação, os fabricantes agora podem produzi-lo com uma cor clara (ou um dourado pálido ou amarelo), e um aroma refrescante.

Aurora DeJuliisDermatologista e esteticista

“Os terpenos são um tipo de óleo volátil que, segundo evidências, destrói as bactérias. Mesmo assim, meu conselho é usar o óleo de melaleuca com precaução, já que ele é indicado para ser usado de forma tópica. Alguns produtos como enxaguante bucal e pastas de dentes contêm óleo de melaleuca, mas em geral são seguros já que ainda assim não são ingeridos.”

Por que é recomendável usar o óleo de melaleuca?

É um óleo essencial que pode ser usado para vários propósitos, como manter a pele, o cabelo e as unhas saudáveis. Além de seus benefícios respaldados cientificamente, esse produto é econômico e seguro se utilizado da forma correta.

Ele é apresentado em muitas formas diferentes: sabonete, shampoo, pasta de dente, creme tópico, óleo essencial e bálsamo para os lábios.

Quais as propriedades do óleo de melaleuca?

O óleo de melaleuca contém mais de 100 componentes, mas é composto principalmente de hidrocarbonetos terpénicos, incluindo o terpinen4-ol, que, segundo evidências, mata algumas bactérias, vírus e fungos.

Esse ingrediente possivelmente também aumenta a atividade dos glóbulos brancos, que ajudam a combater os germes e outros invasores estranhos ao corpo.

Mulher aplicando óleo no cabelo.

O óleo de melaleuca te ajuda a manter o cabelo saudável. (Fonte: Maryna Pleshkun: 56876988 / 123rf.com)

Quais as vantagens e benefícios do óleo de melaleuca para a saúde?

Apesar de não ser um produto que resolverá os problemas que atingem a raiz dos cabelos, ele pode ser considerado como uma opção adicional de tratamento. Outros benefícios estão elencados a seguir:

  • Desinfetante para as mãos: Estudos já demonstraram que esse óleo mata várias bactérias e vírus responsáveis por causar doenças. Alguns tipos são o E. coli, o S. pneumoniae e o H. influenzae. Além disso, um estudo que testou e comparou vários tipos de lavagens à mão, demonstrou que adicionar óleo de melaleuca aos produtos de limpeza aumenta sua eficácia contra o E. coli.
  • Repelente de insetos: Pode ajudar a manter longe os insetos e os incômodos causados por eles. Um estudo encontrou evidências que 24 horas depois de serem tratadas com óleo de melaleuca, vacas tinham 61% a menos de moscas que outras vacas que não receberam a aplicação desse produto. Além disso, um estudo de proveta revelou que o óleo de melaleuca tinha uma maior capacidade de repetir os mosquitos que o DEET, o ingrediente ativo mais comum dos repelentes comerciais.
  • Desodorante natural: Os efeitos antibacterianos do óleo de melaleuca podem ajudar a controlar o odor das axilas que estão relacionados com a transpiração. O suor em si mesmo não possui odor. Ainda assim, quando as secreções das glândulas sudoríparas se combinam com as bactérias presentes na pele, pode surgir um odor de moderado a forte. As propriedades antibacterianas desse óleo o tornam uma alternativa natural aos desodorantes e antitranspirantes comerciais.
  • Antisséptico para pequenos cortes e arranhões: As lesões que causam cortes na pele facilitam a entrada de germes na corrente sanguínea, o que pode provocar uma infecção. O óleo de melaleuca pode ser usado para tratar e desinfetar cortes e arranhões pequenos ao matar bactérias como a S. aureus.
Mulher aplicando óleo no rosto.

O óleo de melaleuca também pode ser usado como repelente contra insetos. (Fonte: Puhhha: 61051993 / 123rf.com)

  • Incentivo para cicatrização: Pesquisas demonstraram que o óleo de melaleuca ajuda a reduzir a inflamação e desencadeia a atividade de células brancas no sangue, que são fundamentais para a cicatrização. Em um pequeno estudo de 10 pessoas com ferimentos, a adição de óleo de melaleuca ao tratamento convencional de feridas reduziu o tempo de cicatrização em 9 dos 10 participantes. Sugere-se, então, adicionar algumas gostas de óleo de melaleuca no tratamento de ferimentos.
  • Combate da acne: Vários estudos demonstraram que o óleo ajuda a reduzir a quantidade e a gravidade geral da acne. Em um dos estudos, a aplicação de um gel de óleo de melaleuca com 5% de pureza revelou-se três vezes mais eficaz na redução do número de lesões provenientes da acne que um produto placebo. Foi também quase 6 vezes mais efetivo para reduzir a sua gravidade. Em outra pesquisa, descobriu-se que o óleo de melaleuca é tão efetivo quanto o peróxido de benzoílo, o medicamento mais comum para tratar essa condição.
  • Eliminação de fungos nas unhas: As infecções nas unhas causadas por fungos são muito comuns. Ainda que não sejam perigosas, podem causar incômodos estéticos. Há evidências que o óleo de melaleuca ajuda a acabar com os fungos nas unhas quando usado sozinho ou também em combinação com outros medicamentos naturais. Em um estudo controlado, pessoas com fungos nas unhas usaram esse óleo ou um medicamente antifúngico durante seis meses. Ao fim do estudo, aproximadamente 60% das pessoas de cada grupo tiveram uma resolução parcial ou total do problema.
  • Enxaguante bucal sem químicos: Pesquisas sugerem que o óleo de melaleuca pode combater os germes que causam cáries e o mau hálito. Um estudo encontrou evidências que o óleo é mais efetivo no combate às bactérias causadoras de placa que a clorhexidina, um antisséptico e enxaguante oral. Além disso, o estudo também concluiu que o sabor da melaleuca era preferível em relação ao desinfetante.
Mulher recebendo massagem na cabeça.

O óleo de melaleuca é usado para tratar alguns problemas da pele. (Fonte: Worawit Chunlasin: 100129432 / 123rf.com)

  • Produto de limpeza com múltiplos usos: É um excelente produto de limpeza universal que também desinfeta as superfícies. Além disso, o óleo o faz sem deixar restos de substâncias químicas com as quais você certamente não quer que seus familiares e animais de estimação entrem em contato.
  • Redução da inflamação da pele: Pode ajudar a aliviar a pele inflamada. Uma forma comum de irritação da pele é a dermatite por contato, que ocorre quando a pele entra em contato com algum fator alergênico, como o níquel. Em uma pesquisa que comparou os efeitos de diferentes tratamentos para a dermatite de contato, descobriu-se que o óleo reduzia os sintomas em aproximadamente 40%. Isso foi significativamente mais que os medicamentos padrão aplicados na pele.
  • Tratamento para o pé de atleta: O pé de atleta é uma micose contagiosa que também pode se propagar para as unhas e para as mãos. Os sintomas incluem descamação, rachaduras, bolhas e vermelhidão. Os medicamentos antissépticos são considerados o tratamento padrão para o pé de atleta. Os estudos, no entanto, sugerem que o óleo de melaleuca pode ser uma alternativa eficaz para aliviar os sintomas.
  • Eliminação do mofo nas frutas e verduras: Pesquisas demonstraram que os compostos antifúngicos do óleo de melaleuca, terpinen-4-ol e 1,8-cineol, podem ajudar a reduzir o crescimento do mofo em frutas e verduras. Para usá-lo, adicione de 5 a 10 gotas de óleo de melaleuca à água antes de lavar os alimentos. Enxague-os e seque-os bem.
  • Alívio da psoríase: Essa é uma doença autoimune caracterizada por pele vermelha, coceira e escamação. Ainda que existam medicamentos que podem melhorar os sintomas, a doença em si é crônica e ainda não se tem conhecimento sobre sua cura. O óleo de melaleuca contém compostos anti-inflamatórios que, de acordo com evidências científicas, podem ser úteis para aliviar os sintomas da psoríase.

A seguir, te recomendamos alguns usos muito úteis que você pode dar para o óleo de melaleuca:

Desinfecção de cortes Alívio da pele inflamada Sintomas do pé de atleta Tratamento da psoríase
Misture uma gota de óleo de melaleuca com uma colher de óleo de coco, aplique uma ou duas vezes ao dia até que se forme uma crosta Misture 10 gotas de óleo de melaleuca com uma colher de azeite de oliva e uma colher de óleo de coco derretido e aplique uma ou duas vezes ao dia até que os sintomas desapareçam Misture ¼ de xícara de pó de araruta, ¼ de xícara de bicarbonato de sódio e entre 20 e 25 gotas de óleo de melaleuca, aplique duas vezes ao dia sobre pés limpos e secos Misture de 10 a 15 gotas de óleo de melaleuca com duas colheres de óleo de coco derretido, use duas ou três vezes ao dia, segundo sua necessidade

Que precauções devo ter ao usar o óleo de melaleuca?

Pesquisas demonstraram que o óleo de melaleuca parece ser seguro. No entanto, há algumas considerações que devemos levar em consideração ao usá-lo.

  • Não deve ser ingerido, pois pode ser tóxico.
  • Deve ser armazenado fora do alcance das crianças.
  • Teste o óleo de melaleuca na sua pele pela primeira vez com apenas uma ou duas gotas em uma área pequena. Espere 24 horas para verificar a ocorrência de qualquer tipo de reação.
  • Misture esse óleo com uma quantidade igual ou maior de azeite de oliva, óleo de coco ou de amêndoas, no caso de ter pele sensível.
  • Não use em animais de estimação. Pesquisadores descobriram que mais de 400 cachorros e gatos desenvolveram tremores e outros problemas do sistema nervoso depois de receber entre 0,1 e 85 ml de óleo de melaleuca na pele ou por via oral.
  • Não usar nos ouvidos, já que pode causar danos no ouvido interno.
  • Informe sempre seu médico se estiver usando algum outro produto alternativo ou se estiver pensando em combinar o óleo com o seu tratamento médico convencional.
  • Recomenda-se evitar o óleo oxidado que tenha sido exposto ao ar, já que pode provocar alergias.
  • Evite usar o óleo de melaleuca não diluído para evitar irritações. Você pode usar as formas em gel, creme ou loção ao invés disso.

Quais são os efeitos secundários do óleo de melaleuca?

As reações alérgicas envolvem erupções que geralmente são leves, mas coçam, também podem provocar bolhas ou se converterem em reações alérgicas graves.

Também pode causar anormalidades nas células sanguíneas, diarreia, dor de estômago, náuseas, vômitos, sonolência, alucinações e ataxia (perda do controle muscular no braço e nas pernas).

A seguir você pode ver um quadro informativo sobre as doses certas para cada problema:

Fungos nas unhas Pé de atleta Acne
Solução 100 % Solução 25 % a 50 % Solução de 5 %
2 vezes ao dia por 6 meses 2 vezes ao dia por 1 mês Uma vez ao dia

Qual a dose adequada de óleo de melaleuca?

A quantidade e o momento de aplicação o óleo de melaleuca dependerá de vários fatores, incluindo a condição que requer tratamento, sua gravidade e a concentração do óleo de melaleuca. Por isso, é indispensável ler com atenção as instruções do produto e segui-las ao pé da letra.

Critérios de Compra

Para resumir toda a informação que você leu até agora, apresentamos a seguir cinco critérios indispensáveis que você deve analisar quando estiver diante da publicidade de qualquer uma das diferentes marcas de óleo de melaleuca.

Não hesite em perguntar qualquer questão para o vendedor se você ficar com qualquer dúvida em relação à fabricação ou efeito do óleo.

  • Envasamento
  • Pureza
  • Apresentação
  • Ingredientes
  • Qualidade

Envasamento

Os óleos de melaleuca envasados em vidro escuro, seja ele marrom ou roxo, são os mais recomendados para manter a qualidade ao longo do tempo. Calcula-se que com esse tipo de vidro o óleo mantenha sua propriedade por um ano desde a data de envasamento.

Se o frasco for transparente, não há dúvida de que o produto só durará uma ou duas semanas.

Mulher aplicando óleo no rosto.

O óleo de melaleuca pode ser utilizado para massagens faciais. (Fonte: Citalliance: 29004514 / 123rf.com)

Pureza

Esse critério é importante. Não só porque tem relação com a qualidade, mas porque também determina o preço, já que um produto diluído é mais barato que um puro.

Se você for usar para limpeza do lar, uma porcentagem menor que 50% de pureza é suficiente. Se, no entanto, você deseja usar para uma pele sensível, o produto deve ter entre 50% e 90% de óleo.

Apresentação

De acordo com o uso que você pretende dar para o óleo de melaleuca, a decisão do formato da embalagem será diferente.

Se você quiser limpar sua casa, garrafas com spray serão as mais adequadas para você. Se você, no entanto, deseja aplicar sobe sua pele ou sobre alguma ferida, um frasco com conta-gotas será de maior utilidade.

Ingredientes

É importante ler as indicações do óleo para determinar a porcentagem de terpinem 4 OL. Como você pôde ver anteriormente, a porcentagem desse componente influencia nas propriedades antissépticas do produto.

Consulte o fabricante se essa informação não vier detalhada no rótulo. Geralmente, as concentrações de terpinen variam entre 10% e 40%.

Imagem de recipiente com óleo.

O óleo de melaleuca pode ser usado como desodorante. (Fonte: Kappatou: 67315405 / 123rf.com)

Qualidade

Por ser um produto natural, não é aceitável que contenha compostos químicos. Ainda que muitas vezes esses compostos sejam usados para aumentar a conservação, o óleo de melaleuca só precisa de um envasamento correto para durar bastante tempo.

Além disso, se você for alérgico a alguma das substâncias agregadas, o mais provável é que aconteça uma reação indesejada.

Resumo

Agora você já tem todas as informações que precisa para realizar uma compra com consciência. O óleo de melaleuca se mostrou efetivo para muitos consumidores para tratar diferentes problemas ou incômodos físicos. Agora é a sua vez de prová-lo e falar em primeira mão os resultados que você alcançou.

Se ainda te restarem dúvidas sobre algum dos aspectos que explicamos anteriormente, não hesite em nos escrever. E no caso de não possuirmos a informação médica adequada, recomendamos que você procure um médio para acompanhamento profissional.

Se você gostou da leitura e se ela foi de alguma utilidade para você, não hesite em deixar um comentário ou compartilhar nosso conteúdo em alguma das suas redes sociais!

 (Fonte da imagem destacada: Belchonock: 96512306 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
41 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...